Arquivo do extinto blogue Esferovite- a vida em pedaços (13-08-2003/ 4-01-2006)

quarta-feira, janeiro 04, 2006

fim da programação

Estava aqui há dois anos e seis meses, acho que algures entre crescimento e amadurecimento, consegui ir sintetizando algumas das dúvidas que fazem parte do meu trabalho artístico escrito. Íntimamente ligado a este, o meu projecto pessoal, alterando-se com o normal passar dos dias.

Estava aqui há dois anos e seis meses e, se existem alturas melhores que outras para mudar, o início de um novo ano será certamente uma delas. Tenho que agradecer a todos aqueles que por aqui foram passando o importante contributo que me deram, lendo, comentando e apoiando aquilo que eu aqui fiz. Agora, o meu último pedaço de esferovite tem uma palavra gravada. Adeus.

16 comentários:

ikivuku disse...

Ok! Vás para onde fores, se soubermos onde estás, vamos lá ter. Se não soubermos procuramos. Um pequeno pedaço de esferovite pode ser suficiente para salvar uma vida no alto-mar. Mas é sempre bom fazer planos.

Marcelo

n. disse...

gostei de passar por aqui e de sentir as palavras que por aqui foram surgindo.

Anónimo disse...

Ok! foi bom acompanhar a tua escrita, ver como sentes e como passas isso para o "papel"..
gosto da forma como escreves.
Bom, elabora lá um plano de salvamento e lá iremos acompanhando as tuas etapas.

are_you__real disse...

Desde o primeiro dia... Quase nostalgica agora... mas consola-me saber que estarás sempre noutros sitios a brindar-me com a tua escrita. A amiga e fã agradece cada pedacinho de puro prazer que aqui proporcionaste.

c. disse...

e o seu plano de salvamento não permitirá diálogos?

Luís disse...

:-(

Palavras em Linha disse...

adeus neste lado.
Até já no outro.

H. disse...

fui lendo, não li tudo. apesar disso e de a minha assiduidade aqui ñ ser exemplar, devo dar-te os parabéns pela escrita. e boa sorte para o próximo projecto.
*

Mônica Ash disse...

segue teu caminho virtual... segurei contigo.

hala_kazam disse...

é uma pena perder-te...

beijos

Antônio Mariano disse...

Luís, meu caro. Toda a sorte nos seus projetos e crescimento incessante na sua prosa já madura.

Michele Ribeiro disse...

Que surpresa... Entro para ler algo que me alimente e o que encontro? Uma despedida dessas! Mas tudo bem, nos vemos em outro local...Abraços

Anónimo disse...

"A Liberdade e o Comandante Guélas não são contraditórios. A Liberdade é simplesmente demasiado jovem para compreender" – Quitéria Barbuda in, "A Nossa Liberdade”, Revista “Espírito”, nº 16, 2005.

www.riapa.pt.to

Ana Beatriz Guerra disse...

Que engraçado, Luís. Eu também estou pensando em mudar de casa virtual. Bom, seja feliz em suas novas moradas. Nos encontramos na Sítio. Um abraço,

Li disse...

Só estou conhecendo, muito bom esse tipo de viagem

Anónimo disse...

3Hola, hemos agregado un trackback (enlace hacia este artículo) en el nuestro ya que nos pareció muy interesante la información detallada pero no quisimos copiarla, sino que nuestros lectores vengan directamente a la fuente. Gracias... reporte gratis - reporte gratis - reporte en mexico - reporte gratis - gratis gratis - reporte gratis